Conheça o formato de vídeo ideal para cada mídia social

Conheça o formato de vídeo ideal para cada mídia social

Tempo de leitura: 8 minutos

Cada mídia social possui suas particularidades, inclusive é muito importante saber o formato de vídeo para cada uma delas e alcançar seu público-alvo de maneira correta.

De forma rápida e constante, o conteúdo em vídeo vem transformando o mundo digital. Por muito tempo, permaneceu somente no YouTube, mas, agora, a criação deste tipo de conteúdo se estendeu a todas as redes sociais, com algumas delas, inclusive, permitindo a transmissão de vídeos ao vivo.

Até pouco tempo atrás, esse tipo de conteúdo ao vivo só poderia ser reproduzido pela TV, mas com a evolução digital, este formato de vídeo está ao alcance de todos que tenham um smartphone e uma conta no Facebook, Instagram, Snapchat, entre outros.

Na era tecnológica atual, existe um grande público que assiste regularmente os vídeos postados por empresas e pessoas públicas. Por isso, é fundamental que sua marca tenha como estratégia de marketing este formato de mídia.

Para quem ainda não começou ou está com dificuldades de gerar ideias para criação de conteúdo em vídeo para suas redes sociais, listamos algumas dicas de tipos de conteúdo que pode publicar, de acordo com as mídias sociais de sua preferência.

Criação de conteúdo em vídeo no Facebook

Mesmo com a ascensão dos vídeos do Snapchat – cujo modelo ganhou um concorrente com a chegada do Instagram Stories -, o Facebook ainda é a melhor rede para conteúdo em vídeo nas redes sociais.

Com a chegada das transmissões ao vivo e a preferência atual para exibição deste tipo de conteúdo, publicar conteúdo em vídeo no Facebook se torna um ponto de partida obrigatório.

E, para isso, aconselhamos que siga alguns destes passos:

Pense em criar um conteúdo altamente compartilhável.

Identifique os fatores que o fazem querer compartilhar um vídeo e crie o conteúdo de acordo. Geralmente, histórias geram um excelente engajamento com a sua audiência.

Adicione legendas aos seus vídeos.

Por padrão, o Facebook inicia os vídeos sem som, então é primordial que os elementos visuais do vídeo chamem a atenção.

Os primeiros três segundos são os mais importantes.

O Facebook só conta seu vídeo como visualizado após esse tempo. Além disso, é muito fácil a sua audiência saltar de um vídeo para o outro rapidamente. Se você não prender eles nos primeiros segundos, é muito provável que isso aconteça.

Cuidado com a resolução.

Filme seus vídeos em alta resolução, com 720p ou 1080p e os exporte na mesma resolução de filmagem. Não fazê-lo resulta em uma qualidade reduzida, se tornando menos atraente para o visitante.

Crie um título convidativo.

Para que os usuários deem play em seu vídeo. Existem algumas estratégias que podem ajudá-lo a escolher um título mais chamativo. Uma delas é procurar dentro do YouTube, por exemplo, por vídeos com temas semelhantes ao seu.

Quais títulos os vídeos mais visualizados usaram? Que palavras-chave eles estão usando? Outra dica é usar o Gerador de Títulos da Rock Content, por exemplo. Com isso, você coloca as palavras-chave que pretende usar e ele sugere títulos para você.

Criação de conteúdo em vídeo no Snapchat

O Snapchat pode ser classificado como a rede social “do momento”. Seus vídeos são de formato curto e informal, principalmente em relação ao que é visto no Instagram e Facebook.

Ainda é tempo de aderir ao Snapchat e construir sua rede de seguidores, mas, como seu formato é um pouco diferente do tradicional, deixamos algumas dicas sobre como criar os conteúdos nessa mídia.

Cerca de um terço dos vídeos publicados no Snapchat são vistos sem som.

Por isso, use e abuse de textos e desenhos em seus vídeos. Se você for uma pessoa menos criativa, o aplicativo Bitmoji. Este app integra com o Snapchat e permite que você crie seu próprio Emoji!

Diferente das outras mídias, não tenha medo de gravar com o smartphone na vertical.

Os seguidores costumam interagir mais com conteúdo que parece autêntico, sem edições.

Mescle vídeos que divirtam ou ensinem algo útil aos seus seguidores.

Usar os filtros pode ser uma boa opção! É muito comum usar filtros gravando vídeos mais bem-humorados.

Criação de conteúdo em vídeo no Instagram

Indo em uma direção contrária ao Snapchat, os vídeos do Instagram podem ser melhor trabalhados, algo já esperado pelos seguidores nessa rede social. Desde o princípio, seu apelo sempre foi mais visual que os de seus concorrentes e parceiros, com foco na fotografia e vídeos.

Não é à toa que o Instagram é a mídia social favorita da maioria das empresas da área de moda. Mesmo com o Instagram Stories o tornando mais próximo ao Snapchat, essas regras ainda valem.

Os diferentes formatos no Instagram são:

Vídeo de até 60 segundos no feed de notícias, em formato quadrado ou não;

Vídeos em formato de Stories, acessível por 24 horas onde o Instagram oferece efeitos tipo Boomerang, Hyperlapse, entre muitos outros.;

Transmissão de vídeo ao vivo por até uma hora, podendo acomodar outro usuário convidado;

Retransmissão de vídeo ao vivo no feed de notícias.

Assim como os exemplos anteriores, tenha foco nos elementos visuais.

Os vídeos do Instagram necessitam de um toque do usuário para liberar o som, fazendo com que seja necessário publicar vídeos visualmente atraentes.

Publicações com ao menos uma #hashtag possuem 12% mais engajamento do que as sem.

Por conta disso, planeje bem quais hashtags e chamadas utilizará. Uma estratégia muito bacana é gravar uma lista de hashtags no bloco de notas e copiar e colar ela sempre que fizer um novo post!

Assim como o Snapchat, o Instagram Stories mantém seu conteúdo por 24 horas.

Além disso, qualquer vídeo que grave em seu computador ou smartphone pode ser usado, sem a necessidade de gravar dentro do aplicativo.

Criando conteúdo em vídeo no YouTube

Mesmo que os conteúdos em vídeo no Facebook, Instagram e Snapchat estejam explodindo em visualizações, o YouTube ainda é o maior buscador de vídeos da web e é amplamente utilizado.

Considerando seu tempo de vida e popularidade, abrir um canal no YouTube continua sendo uma boa ideia. Para começar a criar conteúdo no YouTube, tenha em mente as seguintes dicas:

Legende seus vídeos!

Mesmo que os vídeos tenham som desde o princípio, vídeos que possuem legendas possuem ranqueamento melhor do que aqueles que não as possuem. Vídeos legendados são normalmente 40% mais visualizados.

Foque no início.

Os primeiros dez segundos são os mais importantes. Um quarto dos usuários assistem menos que esse tempo.

Use descrições.

Não economize nas descrições e nas tags de seus vídeos para melhor ranqueamento no SEO.

Capriche na resolução.

Assim como no Facebook, grave vídeos em alta resolução, de 720p ou 1080p. Vídeos com menos resolução passam a impressão de um trabalho amador.

Conclusão

Para gerar um bom envolvimento com os usuários e promover a melhor visibilidade possível do vídeo é necessário:

A escolha da rede social ou suporte de difusão: este é o suporte mais adaptado ao público-alvo? É um suporte onde os possíveis clientes, clientes ou assinantes estão presentes e receptivos?

A duração do vídeo: é melhor fazer um vídeo curto com uma mensagem impactante ou, inversamente, o conteúdo permite a transmissão de um vídeo mais longo, tipo entrevista?

A qualidade visual e técnica: o vídeo é de qualidade suficiente de acordo com as expectativas dos usuários de uma mídia? O formato Stories, efêmero por definição, pode ser mais adequado a conteúdos mais leves e menos técnicos?

A transmissão em tempo real ou não: a transmissão ao vivo requer uma qualidade de difusão suficiente para os usuários durante a intervenção, tanto no conteúdo como na forma. Da mesma maneira, transmitir um vídeo ao vivo em uma rede que não possui uma comunidade pode ser arriscado.

Ao transmitir um conteúdo ao vivo, prefira um modo de operação que permita a interação com os usuários: comentários, respostas etc. Esta é uma alavanca ideal para manter sua audiência o maior tempo possível.

Em vários meios de comunicação – Facebook e Instagram, principalmente – o vídeo é iniciado automaticamente, quando o usuário vê a publicação. Isso envolve duas coisas: os primeiros segundos do vídeo são os mais vistos e uma queda do número de visualizações ocorre após um certo tempo, naturalmente; para que o usuário continue a visualizar o conteúdo do vídeo, esses primeiros segundos devem ser impactantes para despertar o seu interesse.

Transforme o Marketing de sua empresa com vídeos de qualidade. Entre agora mesmo em nosso site e confira os melhores planos e tenha uma equipe profissional editando seus vídeos https://www.editavideos.com.br/ .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *